BUGs: O Fórum foi migrado para um novo servidor. Contudo, ainda apresenta erros de códigos e de algumas funções, como negrito, itálico, quotes, textos sublinhados etc. Mas não se preocupem, será corrigido. ~Commodoro

Ajude na manutenção do Fórum: https://www.paypal.com/cgi-bin/webscr?c ... source=url

Novos usuários podem ter que aguardar a aprovação de um Administrador para fazer o login e começar a postar.

Senado avalia projeto que acaba com a estabilidade de funcionário públicos

Discussões com temáticas realistas e afins
Avatar do Usuário
Homem
Moderador
Moderador
Mensagens: 1560
Registado: 12 mar 2016, 19:42
Reputação: 16

Senado avalia projeto que acaba com a estabilidade de funcionário públicos

Mensagempor Homem » 21 ago 2017, 20:16

Se isso passar, será o fim da ala concurseira:

“A paz de Nosso Senhor só se conquista na guerra.” - Santa Joana D'Arc
Avatar do Usuário
Roald Amundsen
Veterano
Veterano
Mensagens: 90
Registado: 12 mar 2016, 17:56
Reputação: 0
Brazil

Re: Senado avalia projeto que acaba com a estabilidade de funcionário públicos

Mensagempor Roald Amundsen » 21 ago 2017, 20:31

Empresa estatal não tem estabilidade e o povo faz concurso igual.
Avatar do Usuário
Schrödinger
Membro VIP
Membro VIP
Mensagens: 495
Registado: 27 abr 2017, 20:53
Reputação: 11
Brazil

Re: Senado avalia projeto que acaba com a estabilidade de funcionário públicos

Mensagempor Schrödinger » 21 ago 2017, 20:58

O fim da estabilidade significa apenas que políticos esquerdistas estarão livres para demitir funcionários conservadores (ou qualquer outro que entre em seu caminho).
O sucesso é ir de fracasso em fracasso sem perder entusiasmo.

Winston Churchill
Avatar do Usuário
Homem
Moderador
Moderador
Mensagens: 1560
Registado: 12 mar 2016, 19:42
Reputação: 16

Re: Senado avalia projeto que acaba com a estabilidade de funcionário públicos

Mensagempor Homem » 21 ago 2017, 21:24

[quote="Schrödinger"]O fim da estabilidade significa apenas que políticos esquerdistas estarão livres para demitir funcionários conservadores (ou qualquer outro que entre em seu caminho).

Quem vai avaliar não serão os políticos, será o chefe imediato. Os políticos, os top, nem sabem o que ocorre dentro de uma repartição pública.

O que vai acontecer, levando em conta os critérios de avaliação que o projeto estabelece é que aquele funcionário não tem iniciativa, que não tem muito traquejo social no trabalho, nas interações com o chefe e com os colegas, em outras palavras, quem não for amigo, vai se estrepar...

Na verdade, os funças estarão subordinados aos interesses pessoais e/ou políticos da chefia.

Se isso passar, valerá mais à pena trabalhar na iniciativa privada...
“A paz de Nosso Senhor só se conquista na guerra.” - Santa Joana D'Arc