Se registrou agora? é obrigatório se apresentar neste tópico em menos de 24 horas, sob pena de exclusão: [Novatos] Apresente-se aqui.

OBS.: Para participar do Chat, ver perfis e acessar o sub-fórum Relatos & Relacionamentos você precisa se cadastrar no Fórum. Os tópicos dessa seção não aparecem no box de mensagens recentes abaixo.

Caso sua conta não tenha sido aprovada imediatamente, aguarde o prazo de 2 (dois) dias úteis para ter seu cadastro efetivado por um Administrador.

A Razão e os Artistas.

Discussões com temáticas realistas e afins
Avatar do Usuário
ZephyR
Aspirante
Aspirante
Mensagens: 3
Registado: 26 ago 2018, 17:21
Reputação: 0
Brazil

A Razão e os Artistas.

Mensagempor ZephyR » 26 ago 2018, 18:40

Olá confrades!

Sou novo no fórum mas já tenho um certo conhecimento realista. Tem uma questão que me incomoda muita e que me traz muitos conflitos..
Tenho 20 anos e sou músico, quero consolidar minha carreira como artista e compositor futuramente, mas processos criativos de artistas em geral sempre perpassam o campo dos sentimentos e das emoções evocando os corações daqueles que ouvem. Na verdade sempre foi fácil pra mim, eu tocava aquilo que tocava os corações das pessoas, e agora, com o conhecimento adquirido na real, esse novo homem racional e independente entre conflito com o homem pré-realista. Se tem artistas de qualquer tipo aqui no fórum ou entendedores do assunto, como vcs fazem para conciliar tudo isso?

Doses de realidade não te fazem criar um universo belo no qual as pessoas buscam na "arte" verdadeira. E querendo ou não, sua mentalidade influência a a sua arte, e a sua arte influencia sua mentalidade.
Avatar do Usuário
Bill Kazmaier
Moderador
Moderador
Mensagens: 516
Registado: 16 abr 2016, 17:14
Reputação: 21
United States of America

Re: A Razão e os Artistas.

Mensagempor Bill Kazmaier » 26 ago 2018, 23:45

A maioria das pessoas - o gado -, são dominadas pela mente compulsiva que é o ego. Sendo assim, elas precisam acreditar no que for mais conveniente e confortável, achar um refúgio para as frustrações mundanas. E é por isso que o mundo é repleto de crenças, dogmas, religiões, tudo isso foi criado pela mente do homem a fim de tentar fugir dos problemas que a própria mente criou, uma percepção fragmentada do mundo e uma visão embotada da realidade.

E hoje em dia, com essa esquizofrenia contemporânea, vivendo da forma mais superficial possível, identificam-se com tudo que esteja de acordo com as suas frustrações, desilusões, injúrias, e todo tipo de carência colorida. E as músicas estão nesse meio. É por isso que tem tanta música mangina, estrogenada, falando de insignificantes sentimentos, pois é algo que a massa compartilha, então é fácil os bonobos se identificarem com tais letras, pois remete o "eu e minha história".

"Sem você não posso viver", "Sem ela eu vou Morrer", então morre logo fiadaputa, não faz diferença nenhuma mesmo no mundo. Esse tipo de trecho é comum em muitas músicas. E o sertalixo de hoje é pior ainda. E não me venham dizer que Milionário e José Rico, João Mineiro e Marciano e etc, tinham músicas mais cultas, É TUDO A MESMA MERDA. Só que aquele tempo era revestido de uma respeitabilidade social maior, então as desilusões e fracassos não era expostos da forma devassa que são hoje.
Alguns mais antigos como Tião Carreiro, Tonico e Tinoco ou antes talvez abordavam menos essa questão "amorosa", tratavam mais da lida na roça e etc, mas ainda assim é derivado dos próprios condicionamentos, tradições, as expectativas de "como o mundo deveria ser", e etc...Ou seja fugindo da realidade.

Emoções são pensamentos amplificados no corpo. Então o que determina essas insignificantes emoções é o filtro da mente. E como cada um vai reagir e criar determinado pensamento, que posteriormente será energizado e amplificado no corpo gerando emoções, depende dos condicionamentos individuais, como cultura, crenças, experiências, influências locais e etc...Ou seja, existem bilhões de formas diferentes de ver o mundo, conforme o que se passou com cada um. E adivinhe? Isso não tem nenhuma importância. Mas cada um acredita ter a opinião mais importante (por mais que se digas humilde e diga que não tenha), pois é assim que o ego se atribui valor. Caso contrário sente-se ameaçado.

Caso vc tenha mesmo algum realismo (e isso não se aprende no fórum, e tem que ser livre de todas influências externas, inclusive a minha e a desse post) , não será muito inteligente expor a VERDADE em letras de músicas, pelos motivos citados acima, e isso não vai vender. O gado quer ouvir algo que absolva suas carências, algo que se iguale a sua visão emotiva do mundo.
Então como tudo nesse mundo é movido por interesses, é preciso ser lobo em pele de cordeiro, e fazer as coisas baseado no que vai gerar resultados.
"IT'S ALL ABOUT WORKING BODY, MIND AND SOUL"

"Todo mundo tem um plano....Até tomar o primeiro soco" M. Tyson"
Avatar do Usuário
ZephyR
Aspirante
Aspirante
Mensagens: 3
Registado: 26 ago 2018, 17:21
Reputação: 0
Brazil

Re: A Razão e os Artistas.

Mensagempor ZephyR » 27 ago 2018, 15:24

Resumindo: me vender hahaha

Não concordo com o texto ao todo, aliás não sou niilista e muito menos ateu, acredito em alguns valores universais que homem busca, além disso, acredito na beleza da arte justamente pelo seu caráter transcendental. Mas é uma boa indagação, acredito que eu possa chegar em um equilíbrio, sem perder essência. É necessário muito auto-conhecimento. Aliás o povo greco-romano é um bom exemplo pra exemplificar esse equilíbrio entre estóico pragmático e beleza artística.

Voltar para “Fórum da Real”

Quem está logado:

Usuários neste fórum: Bing [Bot] e 0 visitante