Se registrou agora? é obrigatório se apresentar neste tópico em menos de 24 horas, sob pena de exclusão: [Novatos] Apresente-se aqui.

OBS.: Para participar do Chat, ver perfis e acessar o sub-fórum Relatos & Relacionamentos você precisa se cadastrar no Fórum. Os tópicos dessa seção não aparecem no box de mensagens recentes abaixo.

Caso sua conta não tenha sido aprovada imediatamente, aguarde o prazo de 2 (dois) dias úteis para ter seu cadastro efetivado por um Administrador.

O homem poderoso ADESTRA seus impulsos PRIMITIVOS

Discussões com temáticas realistas e afins
Avatar do Usuário
Hagaro
Cabo
Cabo
Mensagens: 133
Registado: 12 out 2016, 17:41
Reputação: 4
Brazil

O homem poderoso ADESTRA seus impulsos PRIMITIVOS

Mensagempor Hagaro » 25 ago 2018, 13:16

Quer ser um dia um HOMEM PODEROSO?

Saiba que para ser um homem poderoso é necessário ADESTRAR seus impulsos PRIMITIVOS. Geralmente, essa característica está ligada à capacidade do homem poderoso ser, ou, ao menos, parecer, indiferente em situações do cotidiano. Tal capacidade é ferramenta poderosíssima na arte da sedução e liderança, pois transmite confiança.
Na verdade, essa "não reatividade" pode ser vista por outras perspectivas. Os homens têm a tendência imanente de conduzir-se no mundo de modo a reduzir as frustrações e infelicidades, e potencializar as situações de prazer. No entanto, como essa prática evidentemente não pode ser levada ao extremo, as situações de desprazer são muito comuns na vida humana, podendo ser originadas do corpo, de forças naturais que sobrepujam as forças humanas, ou, o que é mais comum, da convivência social.Existem diversos meios para fugir às constantes vertigens do dia-a-dia. Mas o homem poderoso segue um em especial: a adestração do "princípio do prazer" e a domesticação dos seus impulsos primitivos. O homem poderoso tem plena consciência de que não pode agradar a todos. Tem plena consciência de que vive numa realidade intersubjetiva que é incapaz de colocá-lo objetivamente num pedestal de adoração. Por isso, adestra os seus impulsos selvagens e deixa-se guiar pelo chamado "princípio da realidade", no qual as frustrações são inevitáveis.
Contudo, a partir do momento que adestra - isto é, conhece e controla - os seus impulsos mais primitivos, o homem poderoso consegue desviar-se de frustrações comezinhas: satisfazer esses impulsos não lhe traz mais o prazer de outrora, quando era homem comum. Ao revés, a satisfação dos impulsos do "princípio da realidade" é que lhe concede alguma vantagem prazerosa, porque, na sua concepção, são esses os impulsos que lhe permitem viver mais adequadamente no mundo.
Ao adestrar o "princípio do prazer" e aproximar-se do "princípio da realidade" - ressalve-se que este não é um procedimento que pode ser totalmente realizado -, o homem poderoso tem a capacidade de controlar sentimentos que em outros tempos lhe traziam insatisfação. A satisfação do sentimento de raiva não é mais necessária: o homem poderoso não se rebaixa a ponto de alterar seu humor ou entrar em brigas por causa de assuntos imbecis, ele sabe quando realmente é necessário um conflito, sabe como calcular e assumir riscos. A satisfação do sentimento de amor
revoluciona-se: o homem poderoso consegue compreender a situação que o colocaria em vertigem e compromete-se com a resiliência. No ciúme, não age de modo a ofender o outro, mas toma as decisões necessárias para o bom deslinde do relacionamento ou, simplesmente, acaba, quando há situações insuportáveis. Na traição, não perde a cabeça e continua a vida sabendo o exato momento da vendetta, sem precisar se preocupar com eventuais processos de homicídio ou lesões corporais.
As vantagens desse adestramento são incalculáveis. Por um lado, permitem um maior controle sobre a própria vida e fornecem poderosos instrumentos de contenção do desprazer que o mundo nos delega. Por outro, permite que as ações e a linguagem corporal do homem que se conduz nesse sentido sejam vistas como manifestações de confiança e coerência. Inúmeros pontos na vivência corriqueira e no processo de sedução, sempre atraindo respeito, admiração e poder, itens que facilitam qualquer modo de ganhar dinheiro.

(Retirado de CONSELHOS DA MÁFIA - PER ONORE)

Voltar para “Fórum da Real”

Quem está logado:

Usuários neste fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante