Se registrou agora? é obrigatório se apresentar neste tópico em menos de 24 horas, sob pena de exclusão: [Novatos] Apresente-se aqui.

OBS.: Para participar do Chat, ver perfis e acessar o sub-fórum Relatos & Relacionamentos você precisa se cadastrar no Fórum. Os tópicos dessa seção não aparecem no box de mensagens recentes abaixo.

Caso sua conta não tenha sido aprovada imediatamente, aguarde o prazo de 2 (dois) dias úteis para ter seu cadastro efetivado por um Administrador.

Estudo aponta como desenvolvemos nossa sabedoria

Discussões com temáticas realistas e afins
Avatar do Usuário
Hombre de hielo
Membro VIP
Membro VIP
Mensagens: 793
Registado: 12 mar 2016, 12:25
Reputação: 6
Brazil

Estudo aponta como desenvolvemos nossa sabedoria

Mensagempor Hombre de hielo » 27 jun 2018, 18:26

hypescience.com

A sabedoria vem da forma com a qual lidamos com situações difíceis da vida. Esta é a conclusão de estudo da Universidade do Estado de Oregon (EUA). Para muitos, a situação difícil, como morte ou divórcio, causou uma crise na noção de entendimento de mundo, levantando questionamentos sobre o mundo ao seu redor.

Essas crises levam à construção de conhecimento e sabedoria, diz Carolyn Aldwin, diretora do centro de pesquisa sobre envelhecimento saudável da universidade de Oregon. “A expressão costumava ser “com a idade vem o conhecimento”, mas isso não é bem verdade. Geralmente a pessoa que precisa trabalhar em algumas questões depois de uma situação difícil é a que consegue alcançar nova sabedoria”, diz ela.

Os resultados deste trabalho acabam de ser publicados na revista Journals of Gerontology: Series B. A autora principal do artigo é Heidi Igarashi, que trabalhou nesta pesquisa como parte de sua dissertação do doutorado.

O objetivo da pesquisa é entender melhor como a sabedoria é desenvolvida no contexto de adversidades como a morte de um ente querido, divórcio, problema grave de saúde ou perda de emprego. Entender como as pessoas lidam com essas adversidades e ficam mais sábias traz mais informações sobre o envelhecimento saudável.

“O que estamos procurando saber é ‘quando coisas ruins acontecem, o que acontece?’. A situação pode ser uma catalizadora para outras mudanças que vêm depois”, diz Aldwin.

No estudo de revisão, foram analisadas 50 entrevistas com adultos com idades entre 56 a 91 anos que passaram por pelo menos uma situação difícil na vida. Os participantes foram orientados a identificar eventos particularmente desafiadores, descrever como eles reagiram e se a experiência ajudou a mudar a visão do mundo.

“Uma coisa que logo se destacou é que quando questionados quais eram essas situações difíceis ou desafiadoras, as pessoas tinham a resposta na ponta da língua. Tempos difíceis são usados pelas pessoas para se definir.”

Os pesquisadores observaram que há três formas de reagir a estas situações: aceitar a situação como algo que não pode ser mudado sem questioner o sentido da vida; usar a inteligência, auto-controle e capacidade de planejamento para resolver problemas relacionados à situação; ou refletir sobre o sentido da vida, adquirindo novos valores ou crenças.

A maioria dos participantes (32 pessoas) indicou que a situação difícil interferiu no sentido de vida que eles tinham e fez com que a pessoa refletisse sobre si mesmo, sobre crenças fundamentais e sobre o entendimento do mundo.

Análises mais profundas mostraram que o ambiente social da pessoa também ajudou a formatar as respostas ao evento difícil. Essas interações sociais incluem conseguir ajuda de outros durante tempos difíceis; apoio não-solicitado de amigos, familiares ou desconhecidos; comparar a reação dela com a reação de outros; procurar ajuda profissional; procurar ajuda de pessoas com experiências semelhantes; formar novas conexões; e aprender mais sobre a sociedade em geral.

Aqueles que receberam ajuda não-solicitada desenvolveram conhecimento sobre compaixão e humildade. Procurar outros com experiências semelhantes expôs os participantes a novas ideias e interações.

“Fez diferença se a rede de contatos do participante esperava que ele se ajustasse ao evento rapidamente e ‘voltasse à vida normal’, ou se ele era encorajado a crescer e mudar como um resultado do evento”, diz Igarashi.

Mas como conseguir o melhor apoio das pessoas ao seu redor? “Tipicamente o tipo de apoio social que você consegue é aquele pelo qual você pede e permite. Mas estar aberto aos recursos da sua rede ou procurar grupos de apoio pode ser útil”, diz Igarashi.
Última edição por Hombre de hielo em 06 jul 2018, 22:45, editado 1 vez no total.
Avatar do Usuário
williamspkr
Soldado
Soldado
Mensagens: 93
Registado: 12 abr 2016, 23:58
Reputação: 3
Brazil

Re: Estudo aponta como desenvolvemos nossa sabedoria

Mensagempor williamspkr » 27 jun 2018, 20:38

Faz sentido. Gostei da parte quando ele menciona que ''a sabedoria não tem nada a ver com idade'', e isso é vero.. existe marmanjos velho que diante a pressão não sabe como se comportar, viram mocinhas.
porque nele vivemos, e nos movemos, e existimos. (Atos 17:28-30)
Avatar do Usuário
Kenshin Himura
Veterano
Veterano
Mensagens: 603
Registado: 16 mar 2016, 14:17
Reputação: 4
Brazil

Re: Estudo aponta como desenvolvemos nossa sabedoria

Mensagempor Kenshin Himura » 01 jul 2018, 18:20

Concordo com o texto. Por coincidência, ontem mesmo assisti a um vídeo do Pondé, onde ele comentava sobre como envelhecer; muitas pessoas acham que devem se manter "jovens" a vida inteira e evitam amadurecer. Será que existe algo pior que isso?
As dificuldades moldam caráter.
É nos momentos de dificuldade que se forjam Homens.
Não gostamos de sofrer, mas o sofrimento traz muitas licoes, cabe a cada um aprendê-las.
Morrer é fácil, viver é que exige coragem real
Avatar do Usuário
Detektiv
Moderador
Moderador
Mensagens: 313
Registado: 21 mai 2017, 14:45
Reputação: 9
Brazil

Re: Estudo aponta como desenvolvemos nossa sabedoria

Mensagempor Detektiv » 09 ago 2018, 11:10

A real é que diante dos problemas as pessoas se afundam em distrações como a bebida, vídeo game (...) para esquecer o problema, invés de aceitar e pensar em uma solução.
O mais competente não discute, domina a sua ciência e cala-se. Voltaire

Voltar para “Fórum da Real”

Quem está logado:

Usuários neste fórum: Bing [Bot] e 2 visitantes