Se registrou agora? é obrigatório se apresentar neste tópico em menos de 24 horas, sob pena de exclusão: [Novatos] Apresente-se aqui.

OBS.: Para participar do Chat, ver perfis e acessar o sub-fórum Relatos & Relacionamentos você precisa se cadastrar no Fórum. Os tópicos dessa seção não aparecem no box de mensagens recentes abaixo.

Doutrinação Ideológica nas escolas

Discussões relacionadas a política, economia, conservadorismo, libertarianismo, marxismo cultural e temas relacionados
Avatar do Usuário
Sisyphus
Veterano
Veterano
Mensagens: 1015
Registado: 12 mar 2016, 13:43
Reputação: 0
Brazil

Doutrinação Ideológica nas escolas

Mensagempor Sisyphus » 30 abr 2016, 00:08

Não existe classe mais totalitária que a dos professores. Em todas as reuniões que já presenciei, os professores querem definir que comidas os alunos podem consumir e o que eles têm que ser proibidos de comer. Mesmo que o pai da criança compre e coloque um doce na mochila do moleque, os professores querem "confiscar" porque faz mal. O mesmo se aplica a todo o resto.Traçam perfis psicológicos dos alunos (sem terem autoridade científica ou notório saber da área) e classificam as crianças que são "malvadinhas, preconceitosas e fundamentalistas" e aquelas que são "respeitadoras da diversidade". Eu já cansei de ouvir que "os pais não sabem o que estão fazendo, a gente tem que assumir". Para tudo usam como justificativa falsos cataclismos: aquecimento global, combate ao tabaco, educação sexual, fundamentalismo religioso, epidemia de bullying e etc. Ancorados em "assuntos perigosos" eles se tornam mais perigosos ainda.

Outro exemplo que ajuda a entender a dimensão desse pensamento totalitário: os deputados e vereadores (representantes eleitos do povo) votam determinadas medidas para a educação e seu currículo. Os professores (que não foram escolhidos pelo povo) criam "Proposta Curricular" ou "Plano Diretor" com coisa totalmente diversa e impõe sua adoção no estado ou município todo.





"Se você não vive como pensa, vai acabar pensando como vive."
Avatar do Usuário
albertosantos
Veterano
Veterano
Mensagens: 836
Registado: 12 mar 2016, 07:42
Reputação: 6
Brazil

Re: Doutrinação Ideológica nas escolas

Mensagempor albertosantos » 30 abr 2016, 14:37

Se nada der certo em termos governamentais de se combater estas ideologias nocivas, muito em breve voltaremos ao tempo em que os próprios pais/ parentes das crianças educavam-as com uma lousa improvisada, dentro de um quarto, tipo aula VIP
Avatar do Usuário
Sisyphus
Veterano
Veterano
Mensagens: 1015
Registado: 12 mar 2016, 13:43
Reputação: 0
Brazil

Re: Doutrinação Ideológica nas escolas

Mensagempor Sisyphus » 30 abr 2016, 15:11

albertosantos Escreveu:Se nada der certo em termos governamentais de se combater estas ideologias nocivas, muito em breve voltaremos ao tempo em que os próprios pais/ parentes das crianças educavam-as com uma lousa improvisada, dentro de um quarto, tipo aula VIP


Algumas famílias cristãs reeducam seus filhos em casa todo dia depois da escola, é um trabalho diário para lutar contra imposições como teoria evolucionista, ateísmo, ideologia de gênero, etc... O grande problema hoje é que se você fizer toda a educação da criança em casa e por mais que ela tire notas maiores que a dos alunos de escolas públicas em um teste, isso é proibido e você irá preso.
"Se você não vive como pensa, vai acabar pensando como vive."
Avatar do Usuário
Major Lobo Realista
Líder da Moderação
Líder da Moderação
Mensagens: 2214
Registado: 14 mar 2016, 01:30
Reputação: 15
United States of America

Re: Doutrinação Ideológica nas escolas

Mensagempor Major Lobo Realista » 04 mai 2016, 13:48

LIVRO INFANTIL PROMOVE SATANISMO NO BRASIL COMUNISTA

Imagem
A Máquina de Brincar, de Paulo Bentancur
Publicado em julho 6, 2014

A Máquina de Brincar, de Paulo Bentancur, é um livro infantil que claramente invoca o Diabo e desdenha de Deus. Como descrito no site do autor, o livro A Máquina de Brincar (Bertrand Brasil, 2005) que foi adotado pelo Governo do Estado de São Paulo através do PNLD, é dividido em duas partes, “Para Ler no Claro” e “Para Ler no Escuro”, um conjunto de vinte e cinco poemas para “nos fazer e curtir na primeira parte e bater os dentes, atemorizados, na segunda”. Metade do livro tem páginas brancas com letras e desenhos coloridos e fala de coisas boas. A outra metade traz poemas impressos em papel pintado de preto e fala de bruxas, fantasmas, castelos em ruínas, seres esquisitos, muito esquisitos… Uma descrição meio ingênua apresentando um livro com um evidente fim ideológico nada ingênuo.

Como se não bastassem filmes, seriados, novelas etc., que fazem apologia ao mal e às suas práticas destruidoras da família e da sociedade, de forma direta ou indireta, até a literatura infantil não anda sendo poupada. Com a ideologia de gênero, a desconstrução da sexualidade e da família confundindo e pervertendo a cabeça das crianças; e agora, por que não, livros infantis que, nitidamente têm o propósito de desconstruir o cristianismo, promovem o satanismo e incentivam o caos social.
O livro infantil, em questão, faz um verdadeiro culto à Satanás, uma invocação simpática e direta ao Diabo e, ao mesmo tempo, debocha de Deus, cultiva o Mal e menospreza o Bem. Corrupção de menores? A Bíblia não pode nas escolas, mas a veneração ao Diabo pode? A sociedade já não anda violenta demais?
Tire as suas próprias conclusões:

Imagem
A Máquina de Brincar, de Paulo Bentancur

Imagem
Satanismo, Ocultismo.

Imagem
Desdenhando de Deus: Deus tem medo de descer do Céu.

Imagem
Debochando de Deus: O que Deus nos deu.

Imagem
Invocação à Satanás: “Sossega! Vão falar mal aqueles que não estão contigo. Que não foram convidados pelo Diabo, meu grande amigo”

Imagem
Invocação ao Diabo: “Ó Diabo, meu grande amigo, vem, vem brincar comigo!”

Comentário de uma mãe:

“Você acha que os seus filhos estão seguros no quarto lendo livros? Leia o que aconteceu com a minha família:

Todos sabem como incentivo a leitura para minhas filhas desde bebê. O contato das crianças com os livros passa por várias fases. Primeiro eu lia para elas, depois eu lia com elas e hoje elas leem sozinhas. Na hora de comprar um livro eu olho a capa, o tema, a sinopse, sobre o autor e a faixa etária. Depois peço que elas me falem sobre o que leram. Achei que isso era mais do que suficiente até o dia em que a minha filha Ana Ester, de nove anos, me disse: ‘Mãe, tem algo errado com esse livro, no meio dele encontrei uma página com o título para ler no escuro e depois coisas horríveis…‘

Me desculpe o autor, mas se alguém torna uma obra pública, eu tenho o direito de criticar e emitir minha opinião. Um livro para criança que invoca o diabo para ser seu amigo, diz que Deus não aparece porque é covarde e pequenino, e termina dizendo que o capeta venceu, para mim é uma literatura totalmente imprópria. Não venha me dizer que isso é poesia. Isso, para mim, é pura heresia. Estou indignada por ter colocado algo assim na minha casa e nas mãos das minhas filhas. Que critério usar quando compro livros infantis? Vou ter que ler antes todas as páginas? Como algo assim pode ser liberado para publicação e considerado literatura infantil?” (Janilda Prata)

Outro livro de Paulo Bentancur, que se diz Um descrente que faz de tudo para desmoralizar sua descrença, é A Solidão do Diabo

Imagem
Paulo Bentancur: A Solidão do Diabo

Imagem


Fonte: http://cinenegocioseimoveis.blogspot.co ... mo-no.html
Gostou dessa mensagem? Então clique em "qualificar positivamente" ali do lado direito superior da mensagem. Obrigado!

O que me preocupa não é nem o grito dos esquerdistas, das feminazis, das mães solteiras, dos corruptos, dos maconheiros, dos cachorrentos, dos LGBTs, dos sem caráter e sem ética... O que me preocupa é o silêncio dos bons.

Meu blog: http://mundoconservador.wordpress.com/
Avatar do Usuário
Thanatos
Tenente
Tenente
Mensagens: 363
Registado: 11 mar 2016, 12:55
Reputação: 0
Brazil

Re: Doutrinação Ideológica nas escolas

Mensagempor Thanatos » 04 mai 2016, 15:43

Sisyphus Escreveu:
albertosantos Escreveu:Se nada der certo em termos governamentais de se combater estas ideologias nocivas, muito em breve voltaremos ao tempo em que os próprios pais/ parentes das crianças educavam-as com uma lousa improvisada, dentro de um quarto, tipo aula VIP


Algumas famílias cristãs reeducam seus filhos em casa todo dia depois da escola, é um trabalho diário para lutar contra imposições como teoria evolucionista, ateísmo, ideologia de gênero, etc... O grande problema hoje é que se você fizer toda a educação da criança em casa e por mais que ela tire notas maiores que a dos alunos de escolas públicas em um teste, isso é proibido e você irá preso.


Sonre a evolução, as leis de Mendel foram desenvolvidas por um religioso. A evolução não é anti crista. Aliais, o que é irônico é ser evolucionista e acreditar na ideologia de gênero. Isto seria como dizer "diferenças entre gênero que existem em todos os mamíferos nao existem entre os humanos". Isto sim é incoerente.
Avatar do Usuário
Brabham
Veterano
Veterano
Mensagens: 352
Registado: 12 mar 2016, 19:25
Reputação: 1

Re: Doutrinação Ideológica nas escolas

Mensagempor Brabham » 04 mai 2016, 16:34

Sisyphus Escreveu:Algumas famílias cristãs reeducam seus filhos em casa todo dia depois da escola, é um trabalho diário para lutar contra imposições como teoria evolucionista, ateísmo, ideologia de gênero, etc... O grande problema hoje é que se você fizer toda a educação da criança em casa e por mais que ela tire notas maiores que a dos alunos de escolas públicas em um teste, isso é proibido e você irá preso.

Meu pai fazia exatamente isso.
“O preço da liberdade é a vigilância eterna”. — Thomas Jefferson
Avatar do Usuário
Sisyphus
Veterano
Veterano
Mensagens: 1015
Registado: 12 mar 2016, 13:43
Reputação: 0
Brazil

Re: Doutrinação Ideológica nas escolas

Mensagempor Sisyphus » 04 mai 2016, 17:53

[+] TEXTO/IMAGEM ESCONDIDO
Lonewolf Escreveu:LIVRO INFANTIL PROMOVE SATANISMO NO BRASIL COMUNISTA

Imagem
A Máquina de Brincar, de Paulo Bentancur
Publicado em julho 6, 2014

A Máquina de Brincar, de Paulo Bentancur, é um livro infantil que claramente invoca o Diabo e desdenha de Deus. Como descrito no site do autor, o livro A Máquina de Brincar (Bertrand Brasil, 2005) que foi adotado pelo Governo do Estado de São Paulo através do PNLD, é dividido em duas partes, “Para Ler no Claro” e “Para Ler no Escuro”, um conjunto de vinte e cinco poemas para “nos fazer e curtir na primeira parte e bater os dentes, atemorizados, na segunda”. Metade do livro tem páginas brancas com letras e desenhos coloridos e fala de coisas boas. A outra metade traz poemas impressos em papel pintado de preto e fala de bruxas, fantasmas, castelos em ruínas, seres esquisitos, muito esquisitos… Uma descrição meio ingênua apresentando um livro com um evidente fim ideológico nada ingênuo.

Como se não bastassem filmes, seriados, novelas etc., que fazem apologia ao mal e às suas práticas destruidoras da família e da sociedade, de forma direta ou indireta, até a literatura infantil não anda sendo poupada. Com a ideologia de gênero, a desconstrução da sexualidade e da família confundindo e pervertendo a cabeça das crianças; e agora, por que não, livros infantis que, nitidamente têm o propósito de desconstruir o cristianismo, promovem o satanismo e incentivam o caos social.
O livro infantil, em questão, faz um verdadeiro culto à Satanás, uma invocação simpática e direta ao Diabo e, ao mesmo tempo, debocha de Deus, cultiva o Mal e menospreza o Bem. Corrupção de menores? A Bíblia não pode nas escolas, mas a veneração ao Diabo pode? A sociedade já não anda violenta demais?
Tire as suas próprias conclusões:

Imagem
A Máquina de Brincar, de Paulo Bentancur

Imagem
Satanismo, Ocultismo.

Imagem
Desdenhando de Deus: Deus tem medo de descer do Céu.

Imagem
Debochando de Deus: O que Deus nos deu.

Imagem
Invocação à Satanás: “Sossega! Vão falar mal aqueles que não estão contigo. Que não foram convidados pelo Diabo, meu grande amigo”

Imagem
Invocação ao Diabo: “Ó Diabo, meu grande amigo, vem, vem brincar comigo!”

Comentário de uma mãe:

“Você acha que os seus filhos estão seguros no quarto lendo livros? Leia o que aconteceu com a minha família:

Todos sabem como incentivo a leitura para minhas filhas desde bebê. O contato das crianças com os livros passa por várias fases. Primeiro eu lia para elas, depois eu lia com elas e hoje elas leem sozinhas. Na hora de comprar um livro eu olho a capa, o tema, a sinopse, sobre o autor e a faixa etária. Depois peço que elas me falem sobre o que leram. Achei que isso era mais do que suficiente até o dia em que a minha filha Ana Ester, de nove anos, me disse: ‘Mãe, tem algo errado com esse livro, no meio dele encontrei uma página com o título para ler no escuro e depois coisas horríveis…‘

Me desculpe o autor, mas se alguém torna uma obra pública, eu tenho o direito de criticar e emitir minha opinião. Um livro para criança que invoca o diabo para ser seu amigo, diz que Deus não aparece porque é covarde e pequenino, e termina dizendo que o capeta venceu, para mim é uma literatura totalmente imprópria. Não venha me dizer que isso é poesia. Isso, para mim, é pura heresia. Estou indignada por ter colocado algo assim na minha casa e nas mãos das minhas filhas. Que critério usar quando compro livros infantis? Vou ter que ler antes todas as páginas? Como algo assim pode ser liberado para publicação e considerado literatura infantil?” (Janilda Prata)

Outro livro de Paulo Bentancur, que se diz Um descrente que faz de tudo para desmoralizar sua descrença, é A Solidão do Diabo

Imagem
Paulo Bentancur: A Solidão do Diabo

Imagem


Fonte: http://cinenegocioseimoveis.blogspot.co ... mo-no.html


Ai ja é demais, e a criança tem que decorar e interiorizar essas merdas porque a professora diz que vai cair na prova.
"Se você não vive como pensa, vai acabar pensando como vive."
Avatar do Usuário
Major Lobo Realista
Líder da Moderação
Líder da Moderação
Mensagens: 2214
Registado: 14 mar 2016, 01:30
Reputação: 15
United States of America

Re: Doutrinação Ideológica nas escolas

Mensagempor Major Lobo Realista » 10 mai 2016, 08:04

Imagem
Gostou dessa mensagem? Então clique em "qualificar positivamente" ali do lado direito superior da mensagem. Obrigado!

O que me preocupa não é nem o grito dos esquerdistas, das feminazis, das mães solteiras, dos corruptos, dos maconheiros, dos cachorrentos, dos LGBTs, dos sem caráter e sem ética... O que me preocupa é o silêncio dos bons.

Meu blog: http://mundoconservador.wordpress.com/
Avatar do Usuário
Don Welzo
Veterano
Veterano
Mensagens: 288
Registado: 12 mar 2016, 20:46
Reputação: 0

Re: Doutrinação Ideológica nas escolas

Mensagempor Don Welzo » 10 mai 2016, 18:04

A hora de fazer uma coisa é agora. Principalmente a professorinha. Bolsonaro deveria entrar nessa também.

Pois o que vai ter professor de geografia, história, filosofia e sociologia criando uma versão golpista do impeachment não vai tá escrito. Esse pessoal precisa aprender que escola foi feita pra educar, não pra doutrinar e servir de munição útil aos delírios da esquerda.
Avatar do Usuário
Kenshin Himura
Veterano
Veterano
Mensagens: 582
Registado: 16 mar 2016, 14:17
Reputação: 2
Brazil

Re: Doutrinação Ideológica nas escolas

Mensagempor Kenshin Himura » 10 mai 2016, 23:28

Cara, não sei o que me deixou mais deprimido, o tópico sobre a dupla penetração ou este.

Olha o naipe do livro! Aí é pra acabar mesmo, apagar a luz e fechar a porta.

Todo dia um 7x1 diferente.
Morrer é fácil, viver é que exige coragem real
Avatar do Usuário
AC300
Veterano
Veterano
Mensagens: 519
Registado: 12 mar 2016, 17:00
Reputação: 4

Re: Doutrinação Ideológica nas escolas

Mensagempor AC300 » 11 mai 2016, 00:10

Dou aula particular, em um livro didático de um dos meus alunos com 9 anos de idade tinha um texto onde dizia que não tinha coisa de menino e coisa de menina.

Pesquisem sobre: homeschooling, Carlos Nadalim e Pierluigi Piazzi.
"O homem nasceu para lutar e a sua vida é uma eterna batalha." (Thomas Carlyle)
Avatar do Usuário
Don Welzo
Veterano
Veterano
Mensagens: 288
Registado: 12 mar 2016, 20:46
Reputação: 0

Re: Doutrinação Ideológica nas escolas

Mensagempor Don Welzo » 11 mai 2016, 03:18

AC300 Escreveu:Dou aula particular, em um livro didático de um dos meus alunos com 9 anos de idade tinha um texto onde dizia que não tinha coisa de menino e coisa de menina.

Pesquisem sobre: homeschooling, Carlos Nadalim e Pierluigi Piazzi.


Esse livro é de escola pública?

Esses caras são rídiculos mesmos, velho. Deveriam ser denunciados. É preciso fazer uma coisa urgente.
Avatar do Usuário
Sisyphus
Veterano
Veterano
Mensagens: 1015
Registado: 12 mar 2016, 13:43
Reputação: 0
Brazil

Re: Doutrinação Ideológica nas escolas

Mensagempor Sisyphus » 11 mai 2016, 15:39

Don Welzo Escreveu:
AC300 Escreveu:Dou aula particular, em um livro didático de um dos meus alunos com 9 anos de idade tinha um texto onde dizia que não tinha coisa de menino e coisa de menina.

Pesquisem sobre: homeschooling, Carlos Nadalim e Pierluigi Piazzi.


Esse livro é de escola pública?

Esses caras são rídiculos mesmos, velho. Deveriam ser denunciados. É preciso fazer uma coisa urgente.


Foda que o governo e o MEC aprovam essas porras, o que tem que ser feito é fazer vir a público porque são as pessoas que irão falar disso até tirar.
"Se você não vive como pensa, vai acabar pensando como vive."
Avatar do Usuário
Kenshin Himura
Veterano
Veterano
Mensagens: 582
Registado: 16 mar 2016, 14:17
Reputação: 2
Brazil

Re: Doutrinação Ideológica nas escolas

Mensagempor Kenshin Himura » 11 mai 2016, 16:14

AC300 Escreveu:Dou aula particular, em um livro didático de um dos meus alunos com 9 anos de idade tinha um texto onde dizia que não tinha coisa de menino e coisa de menina.

Pesquisem sobre: homeschooling, Carlos Nadalim e Pierluigi Piazzi.

Quando vi este livro pensei justamente em homeschooling, porém, esse assunto ainda é bastante complicado no Brasil.

Vi que algumas famílias já conseguiram este direito, mas para outras foi negado o direito de educar seus filhos em casa, sendo que, além de ter sido negado, os pais chegaram a ser acusados de abandono intelectual.

Agora eu pergunto para vocês, o que acham que iria acontecer caso o homeschooling ganhasse força?
Morrer é fácil, viver é que exige coragem real
Avatar do Usuário
Sisyphus
Veterano
Veterano
Mensagens: 1015
Registado: 12 mar 2016, 13:43
Reputação: 0
Brazil

Re: Doutrinação Ideológica nas escolas

Mensagempor Sisyphus » 11 mai 2016, 21:49

Kenshin Himura Escreveu:
AC300 Escreveu:Dou aula particular, em um livro didático de um dos meus alunos com 9 anos de idade tinha um texto onde dizia que não tinha coisa de menino e coisa de menina.

Pesquisem sobre: homeschooling, Carlos Nadalim e Pierluigi Piazzi.

Quando vi este livro pensei justamente em homeschooling, porém, esse assunto ainda é bastante complicado no Brasil.

Vi que algumas famílias já conseguiram este direito, mas para outras foi negado o direito de educar seus filhos em casa, sendo que, além de ter sido negado, os pais chegaram a ser acusados de abandono intelectual.

Agora eu pergunto para vocês, o que acham que iria acontecer caso o homeschooling ganhasse força?


Se ele fosse permitido poucas pessoas realmente tem capacidade para isso, talvez fosse apenas um incentivo para fazer os ignorantes não colocarem seus filhos na escola(penso que esse ponto seria o discutido caso o homeschooling entrasse em pauta, deixar a classe mais pobre desobrigada de estudar ?) acredito que os pais deveriam fazer uma prova que comprova os requisitos mínimos para ganhar um aval para fazer isso ou algo do tipo.
"Se você não vive como pensa, vai acabar pensando como vive."
Avatar do Usuário
Major Lobo Realista
Líder da Moderação
Líder da Moderação
Mensagens: 2214
Registado: 14 mar 2016, 01:30
Reputação: 15
United States of America

Re: Doutrinação Ideológica nas escolas

Mensagempor Major Lobo Realista » 07 jun 2016, 13:27

Cartilha mandando a real é proibida em Uberaba:

Uberaba proíbe cartilha de vereador evangélico: 'estímulo à intolerância'

07/06/201609h41 > Atualizada 07/06/201612h12

Imagem

Depois de um vereador iniciar por conta própria a distribuição de uma cartilha contra a "ideologia de gênero" em Uberaba, em Minas Gerais, a secretária da Educação do município, Silvana Silva Pereira, proibiu a utilização do material nas escolas da cidade.

"Jamais permitiremos que concepções sectárias, de estímulo à intolerância e à discriminação, de incentivo à cultura do preconceito com as diferenças, sejam mediadas por nossas escolas", disse a secretária nas redes sociais.

Com o título Ideologia de Gênero - Entenda o risco que você e seus filhos estavam correndo, a cartilha começou a ser distribuído há poucos dias com a justificativa de orientar os pais e estudantes sobre a proibição das discussões de gênero nas escolas, aprovada por lei no município.

"Pai e mãe, existem organizações muito ocupadas em destruir nossa família. Dizem que o povo é muito fora de moda e precisamos deixar os ensinamentos dos antigos e nos abrirmos às novidades", diz a cartilha.

Silvana afirmou que "não houve e não haverá" autorização para a distribuição dessa cartilha nas escolas da cidade. "Temos equipe técnica, gestores , educadores e profissionais de apoio preparados e comprometidos com uma educação libertadora, solidária, pautada nos princípios da igualdade, da ética e da justiça, que não se dobrarão a nada que venha interferir no processo educacional sem o aval do coletivo, do sentimento democrático, amplamente discutido e constitucionalmente fundamentado. Nossa escola é laica e assim continuará", disse a secretaria.

Iniciativa

A cartilha foi elaborada e distribuída por iniciativa do vereador evangélico Samuel Pereira (PR), que disse à imprensa local ter levado o material "em locais onde identificou ideologia de gênero".

A lei foi aprovada em novembro, mesmo com parecer contrário da Comissão de Justiça da Câmara. Na ocasião, religiosos comemoraram a proposta. Para o presidente do Conselho de Pastores de Uberaba, Carlos Wilton, foi uma "vitória da família". A Igreja Católica também apoiou a iniciativa. Já entidades ligadas aos trabalhadores da educação se colocaram contra.

Em nota, a assessoria da Câmara de Uberada afirmou que "a discussão foi democrática, com espaço aberto para exposição de pensamentos de todos os segmentos" e não vê preconceito ou intolerância.

http://educacao.uol.com.br/noticias/age ... rancia.htm
Gostou dessa mensagem? Então clique em "qualificar positivamente" ali do lado direito superior da mensagem. Obrigado!

O que me preocupa não é nem o grito dos esquerdistas, das feminazis, das mães solteiras, dos corruptos, dos maconheiros, dos cachorrentos, dos LGBTs, dos sem caráter e sem ética... O que me preocupa é o silêncio dos bons.

Meu blog: http://mundoconservador.wordpress.com/
Avatar do Usuário
Homem
Moderador
Moderador
Mensagens: 1301
Registado: 12 mar 2016, 19:42
Reputação: 9

Re: Doutrinação Ideológica nas escolas

Mensagempor Homem » 07 jun 2016, 14:27

Lonewolf Escreveu:Cartilha mandando a real é proibida em Uberaba:

Uberaba proíbe cartilha de vereador evangélico: 'estímulo à intolerância'

07/06/201609h41 > Atualizada 07/06/201612h12

Imagem

Depois de um vereador iniciar por conta própria a distribuição de uma cartilha contra a "ideologia de gênero" em Uberaba, em Minas Gerais, a secretária da Educação do município, Silvana Silva Pereira, proibiu a utilização do material nas escolas da cidade.

"Jamais permitiremos que concepções sectárias, de estímulo à intolerância e à discriminação, de incentivo à cultura do preconceito com as diferenças, sejam mediadas por nossas escolas", disse a secretária nas redes sociais.

Com o título Ideologia de Gênero - Entenda o risco que você e seus filhos estavam correndo, a cartilha começou a ser distribuído há poucos dias com a justificativa de orientar os pais e estudantes sobre a proibição das discussões de gênero nas escolas, aprovada por lei no município.

"Pai e mãe, existem organizações muito ocupadas em destruir nossa família. Dizem que o povo é muito fora de moda e precisamos deixar os ensinamentos dos antigos e nos abrirmos às novidades", diz a cartilha.

Silvana afirmou que "não houve e não haverá" autorização para a distribuição dessa cartilha nas escolas da cidade. "Temos equipe técnica, gestores , educadores e profissionais de apoio preparados e comprometidos com uma educação libertadora, solidária, pautada nos princípios da igualdade, da ética e da justiça, que não se dobrarão a nada que venha interferir no processo educacional sem o aval do coletivo, do sentimento democrático, amplamente discutido e constitucionalmente fundamentado. Nossa escola é laica e assim continuará", disse a secretaria.

Iniciativa

A cartilha foi elaborada e distribuída por iniciativa do vereador evangélico Samuel Pereira (PR), que disse à imprensa local ter levado o material "em locais onde identificou ideologia de gênero".

A lei foi aprovada em novembro, mesmo com parecer contrário da Comissão de Justiça da Câmara. Na ocasião, religiosos comemoraram a proposta. Para o presidente do Conselho de Pastores de Uberaba, Carlos Wilton, foi uma "vitória da família". A Igreja Católica também apoiou a iniciativa. Já entidades ligadas aos trabalhadores da educação se colocaram contra.

Em nota, a assessoria da Câmara de Uberada afirmou que "a discussão foi democrática, com espaço aberto para exposição de pensamentos de todos os segmentos" e não vê preconceito ou intolerância.

http://educacao.uol.com.br/noticias/age ... rancia.htm

Boa a iniciativa desse vereador e eu acho que é por esse caminho que vamos combater o marxismo cultural.

Absurda a decisão da secretaria da educação de proibir a divulgação da verdade sobre a ideologia de gênero....

Isso reforça mais a idéia de que estes órgãos que regulam a educação (MEC, SEC) devem ser abolidos. Se não houvesse a merda da SEC a verdade podia ser mostrada pras pessoas....
"Acabou o dinheiro, o carro, acabou os amigos e as mulheres" (Predador)
Avatar do Usuário
Homem
Moderador
Moderador
Mensagens: 1301
Registado: 12 mar 2016, 19:42
Reputação: 9

Re: Doutrinação Ideológica nas escolas

Mensagempor Homem » 07 jun 2016, 14:31

Pela descriminalização do Homeschooling!

Pela desestatização da educação!

Pela Abolição do MEC, SECs e similares!
"Acabou o dinheiro, o carro, acabou os amigos e as mulheres" (Predador)
Avatar do Usuário
Major Lobo Realista
Líder da Moderação
Líder da Moderação
Mensagens: 2214
Registado: 14 mar 2016, 01:30
Reputação: 15
United States of America

Re: Doutrinação Ideológica nas escolas

Mensagempor Major Lobo Realista » 07 jun 2016, 14:48

Mais uma possível solução:

Cresce no Brasil o número de escolas básicas públicas geridas pela PM

Mascar chiclete é transgressão leve. Usar óculos com lentes ou armações de "cores esdrúxulas" também, segundo o regulamento disciplinar dos colégios da Polícia Militar de Goiás.

São transgressões médias: sentar-se no chão fardado, espalhar boatos, deixar de prestar continência ou de cortar o cabelo no estilo escovinha.

Já "manter contato físico que denote envolvimento amoroso" (beijar) ou se meter em rixa são faltas graves. O aluno perde pontos a cada quebra de regra. Quem não se adéqua é transferido.

Na última semana, oito colégios goianos voltaram das férias nesse molde, o que fez com o que Estado pulasse de 18 para 26 colégios militares. Considerado um retrocesso por alguns educadores, o sistema que mantém policiais na direção das escolas está em expansão em Goiás. O governador Marconi Perillo (PSDB) pretende acabar o ano com 24 novas instituições.

Imagem

Segundo a polícia, o modelo melhora o desempenho dos alunos (em nove Estados os colégios ficaram em 1º entre as estaduais no Enem).

O Brasil possui atualmente 93 instituições de ensino da PM. Neste ano, Minas criou mais duas, chegando a 22 - elas atendem mais de 20 mil alunos. A Bahia, com 13, deve abrir mais quatro.

Em Goiás, o comerciário Ricardo Cardoso, 41, que tem duas filhas em escolas da PM, quer colocar a terceira na instituição em 2016. A maioria das vagas é preenchida por sorteios. "O nível dessas escolas é muito melhor."

Sua filha Júlia, 17, diz gostar do colégio Hugo Ramos, mas reclama da rigidez. "Um ou outro PM é rude. Mas a maioria é aberta." Para o pai, os alunos têm "voz ativa". "Sempre que minha filha reclamou, deram resposta. Adolescentes reclamam de tudo."

Clique na inforgrafia: Escolas da PM

FARDAMENTO

Aluno do terceiro ano do colégio Miriam Ferreira, que se tornou militar na semana passada, Douglas Fleury, 17, diz aprovar a mudança devido ao uso de drogas dentro da escola. O problema, para ele, pode ser a farda. "Alguns não vão ter como comprar."

A PM diz dar a farda (varia de R$ 400 a R$ 700) em alguns casos. Os pais pagam ainda mensalidades (de R$ 80 a R$ 110), não obrigatórias.

Para não desfalcar efetivo, a PM recorre a oficiais da reserva, que ganham adicional. Os docentes são civis "em outros Estados, alguns são militares" e ganham bônus de produtividade.

Diretor de ensino de um colégio de Anápolis (GO), o sociólogo e capitão da PM Sirismar Silva diz que a polícia nas escolas não é ideal. "Mas é bom ouvir dos pais que seus filhos tiveram a vida mudada para melhor."

"Isso tem sabor de retrocesso", diz Ieda Leal, do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Goiás. Ela chama a medida de terceirização. (esquerdista bostejando)

Para Maria Augusta Mundim, da Faculdade de Educação da federal de Goiás, o método é autoritário. "Cai por terra busca por autonomia e de construção de identidade."

ESCOLAS DA PM

Modelo de colégios dirigidos por policiais está em expansão no país

[b[COMO FUNCIONAM?[/b] Alunos têm de comprar farda, prestam continência e falam "senhor" e "senhora". Descuidos com a higiene podem causar punição. São ensinadas noções de cidadania em sala de aula. Há professores PMs, mas a maioria é de civis. Os diretores pertencem à corporação. Estudantes que se destacam ganham condecorações, mas quem não se adapta é transferido

PRÓS Segundo as polícias, a disciplina melhora o desempenho dos alunos em provas como o Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) e o Enem. É o melhor modelo para colégios localizados em áreas violentas, onde há tráfico de drogas e prostituição, de acordo com a PM

CONTRAS Para educadores, o modelo padroniza comportamentos, inibe questionamentos e impede que se crie uma perspectiva crítica nos alunos. Sindicatos consideram uma forma de terceirização da educação

93 é a quantidade de escolas da PM no país

109 número estimado de escolas até o final do ano

9 Estados tiveram escolas da PM em 1º lugar no Enem 2014 entre as estaduais

Fonte: Secretarias estaduais de Educação

http://m.folha.uol.com.br/educacao/2015 ... a-pm.shtml
Gostou dessa mensagem? Então clique em "qualificar positivamente" ali do lado direito superior da mensagem. Obrigado!

O que me preocupa não é nem o grito dos esquerdistas, das feminazis, das mães solteiras, dos corruptos, dos maconheiros, dos cachorrentos, dos LGBTs, dos sem caráter e sem ética... O que me preocupa é o silêncio dos bons.

Meu blog: http://mundoconservador.wordpress.com/
Avatar do Usuário
Homem
Moderador
Moderador
Mensagens: 1301
Registado: 12 mar 2016, 19:42
Reputação: 9

Re: Doutrinação Ideológica nas escolas

Mensagempor Homem » 07 jun 2016, 15:35

[+] TEXTO/IMAGEM ESCONDIDO
Lonewolf Escreveu:Mais uma possível solução:

Cresce no Brasil o número de escolas básicas públicas geridas pela PM

Mascar chiclete é transgressão leve. Usar óculos com lentes ou armações de "cores esdrúxulas" também, segundo o regulamento disciplinar dos colégios da Polícia Militar de Goiás.

São transgressões médias: sentar-se no chão fardado, espalhar boatos, deixar de prestar continência ou de cortar o cabelo no estilo escovinha.

Já "manter contato físico que denote envolvimento amoroso" (beijar) ou se meter em rixa são faltas graves. O aluno perde pontos a cada quebra de regra. Quem não se adéqua é transferido.

Na última semana, oito colégios goianos voltaram das férias nesse molde, o que fez com o que Estado pulasse de 18 para 26 colégios militares. Considerado um retrocesso por alguns educadores, o sistema que mantém policiais na direção das escolas está em expansão em Goiás. O governador Marconi Perillo (PSDB) pretende acabar o ano com 24 novas instituições.

Imagem

Segundo a polícia, o modelo melhora o desempenho dos alunos (em nove Estados os colégios ficaram em 1º entre as estaduais no Enem).

O Brasil possui atualmente 93 instituições de ensino da PM. Neste ano, Minas criou mais duas, chegando a 22 - elas atendem mais de 20 mil alunos. A Bahia, com 13, deve abrir mais quatro.

Em Goiás, o comerciário Ricardo Cardoso, 41, que tem duas filhas em escolas da PM, quer colocar a terceira na instituição em 2016. A maioria das vagas é preenchida por sorteios. "O nível dessas escolas é muito melhor."

Sua filha Júlia, 17, diz gostar do colégio Hugo Ramos, mas reclama da rigidez. "Um ou outro PM é rude. Mas a maioria é aberta." Para o pai, os alunos têm "voz ativa". "Sempre que minha filha reclamou, deram resposta. Adolescentes reclamam de tudo."

Clique na inforgrafia: Escolas da PM

FARDAMENTO

Aluno do terceiro ano do colégio Miriam Ferreira, que se tornou militar na semana passada, Douglas Fleury, 17, diz aprovar a mudança devido ao uso de drogas dentro da escola. O problema, para ele, pode ser a farda. "Alguns não vão ter como comprar."

A PM diz dar a farda (varia de R$ 400 a R$ 700) em alguns casos. Os pais pagam ainda mensalidades (de R$ 80 a R$ 110), não obrigatórias.

Para não desfalcar efetivo, a PM recorre a oficiais da reserva, que ganham adicional. Os docentes são civis "em outros Estados, alguns são militares" e ganham bônus de produtividade.

Diretor de ensino de um colégio de Anápolis (GO), o sociólogo e capitão da PM Sirismar Silva diz que a polícia nas escolas não é ideal. "Mas é bom ouvir dos pais que seus filhos tiveram a vida mudada para melhor."

"Isso tem sabor de retrocesso", diz Ieda Leal, do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Goiás. Ela chama a medida de terceirização. (esquerdista bostejando)

Para Maria Augusta Mundim, da Faculdade de Educação da federal de Goiás, o método é autoritário. "Cai por terra busca por autonomia e de construção de identidade."

ESCOLAS DA PM

Modelo de colégios dirigidos por policiais está em expansão no país

[b[COMO FUNCIONAM?[/b] Alunos têm de comprar farda, prestam continência e falam "senhor" e "senhora". Descuidos com a higiene podem causar punição. São ensinadas noções de cidadania em sala de aula. Há professores PMs, mas a maioria é de civis. Os diretores pertencem à corporação. Estudantes que se destacam ganham condecorações, mas quem não se adapta é transferido

PRÓS Segundo as polícias, a disciplina melhora o desempenho dos alunos em provas como o Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) e o Enem. É o melhor modelo para colégios localizados em áreas violentas, onde há tráfico de drogas e prostituição, de acordo com a PM

CONTRAS Para educadores, o modelo padroniza comportamentos, inibe questionamentos e impede que se crie uma perspectiva crítica nos alunos. Sindicatos consideram uma forma de terceirização da educação

93 é a quantidade de escolas da PM no país

109 número estimado de escolas até o final do ano

9 Estados tiveram escolas da PM em 1º lugar no Enem 2014 entre as estaduais

Fonte: Secretarias estaduais de Educação

http://m.folha.uol.com.br/educacao/2015 ... a-pm.shtml

Não acho que a militarização das escolas seja a solução. Sequer é viável, pois colocar PMs em tudo que é escola seria um gasto insustentável (e os estados atualmente estão falidos).

Não é verdade que os colégios geridos pela PM lideram no ENEM, pode até ser verdade entre as escolas públicas, mas não no ranking geral. As escolas que lideram no ENEM são escolas privadas como o Colégio São Bento. Eu me pergunto pq será que colégios como esse não precisam de PM?

Como eu falei, a solução é a desestatização da educação (com a desestatização, as escolas seriam geridas em sua maioria por igrejas cristãs, como era no passado, antes do estado interferir na educação) e ao contrário do que vc defende, o fim do monopólio da segurança pela PM (seguranças privados equipados inclusive com armamento de uso exclusivo da polícia)....
"Acabou o dinheiro, o carro, acabou os amigos e as mulheres" (Predador)

Voltar para “Política”

Quem está logado:

Usuários neste fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante